Toxina botulínica (Botox)

botox-bhO “Botox” é uma substância produzida a partir de uma proteína derivada da bactéria Clostridium botulinum. Apesar de ser utilizada em diversas áreas da medicina, sua maior aplicação atualmente, é para fins estéticos. Esta pode ser realizada no consultório médico após a aplicação de técnicas de anti-sepsia da pele e anestesia tópica. Sua popularidade se deve à sua eficiência enquanto material embelezador e à versatilidade e simplicidade na técnica de aplicação. Assim, a toxina botulínica é sinônimo de beleza e bem estar, sendo hoje, o procedimento estético mais realizado no Brasil e no mundo

Quando nos expressamos, rimos ou choramos, os músculos da face se contraem. Como conseqüência dessas freqüentes contrações, com o passar do tempo, a atividade destes músculos resulta no desenvolvimento de linhas de expressão profundas, tais como as linhas da testa, os “pés-de-galinha” e os vincos entre as sobrancelhas. Administrada em doses bem pequenas diretamente nos músculos da face, a toxina botulínica tem a propriedade de relaxar a musculatura. Diminuindo a força de contração muscular, suaviza sulcos profundos e linhas do rosto, conferindo à face uma aparência mais calma, rejuvenescida e agradável. Além disso, tem a propriedade de mudar ou realçar o formato das sombrancelhas, elevando levemente seu canto externo, o que confere um olhar mais rejuvenescido e mais atraente. As mais jovens também se beneficiam do “botox”, pois sua aplicação em pequenas doses tem também caráter preventivo, retardando o surgimento das primeiras rugas.

Assim, como se diminui a forca de contração da musculatura das expressões faciais, as rugas que provocamos involuntariamente no dia a dia, deixam de acontecer e a pele não fica marcada. Com os avanços nas técnicas de aplicação, hoje é possível um botox extremamente natural, sem que ocorra a paralisação completa da musculatura e o congelamento da expressão. A expressão facial ficará mais relaxada, mas de forma alguma, imóvel. O aspecto de “máscara” ou incapacidade de realizar expressões faciais é fruto da falta de bom senso e do exagero. Mas quando se utiliza uma técnica aperfeiçoada, o resultado é natural e objetiva realçar características agradáveis da face de cada paciente, sem modificar seus traços únicos e individuais.

Além das aplicações clássicas, as técnicas avançadas de aplicação de “botox” permitem suavizar rugas no pescoço, elevar os cantos da boca e definir melhor o contorno da mandíbula. O público masculino é um recente simpatizante da técnica que proporciona a eles um tratamento rápido, praticamente indolor, sem riscos e natural, deixando-os mais jovens, sem que pareçam artificiais.

Os efeitos terapêuticos iniciais tornam-se visíveis entre 48-72 horas após o tratamento, sendo sua durabilidade total de aproximadamente 6 meses. É importante esclarecer aqui que quanto maior a quantidade de material utilizado, maior a durabilidade da ação do “botox”, mas também, maior o efeito “artificial”. Portanto, usando uma quantidade menor, obtemos um resultado mais natural que é, sem dúvida, a tendência mais atual. No caso de rugas mais profundas, o procedimento não é capaz de remover completamente uma ruga na 1ª aplicação, mas sim de atenuá-la garantindo melhores resultados com as aplicações subseqüentes.

Em nosso consultório, realizamos ainda o tratamento da hiperidrose e do bruxismo.

Hiperidrose

A transpiração é o meio mais efetivo para que os seres humanos regulem a sua temperatura corporal. Quando a liberação de suor excede as necessidades termorregulatórias do organismo, caracteriza-se uma condição clínica denominada Hiperidrose. As regiões mais afetadas são as axilas, a palma das mãos e a planta dos pés.

Segundo pesquisas, aproximadamente 3% da população norte-americana apresenta algum tipo de hiperidrose, cujos sintomas iniciais normalmente se manifestam durante a adolescência. No Brasil, essa porcentagem é de 5%. Esta condição clínica representa para o paciente um incômodo ou desconforto que poderá interferir nas atividades diárias e relacionamentos sociais ou profissionais.

As glândulas sudoríparas são responsáveis pela liberação de suor. Para que a liberação de suor ocorra, é necessário que esta glândula seja estimulada através de uma substância chamada acetilcolina. A toxina botulínica tipo A atua impedindo a liberação temporária da acetilcolina e como conseqüência, a produção do suor.

Apesar de existirem outras opções de tratamento para a hiperidrose, o tópico e o cirúrgico, ambos não apresentam um bom custo-benefício. No caso do tratamento tópico, é freqüentemente ineficiente, produz efeitos de curta duração e não é bem tolerado, causando alguns desconfortáveis efeitos colaterais.  O tratamento cirúrgico proporciona alívio por longo período, porém está associado ao risco cirúrgico e anestésico e ao efeito compensatório em 50 a 90% dos casos em que a sudorese começa a ocorrer excessivamente em outras regiões.

A durabilidade da toxina botulínica para o tratamento da hiperidrose é de 8 a 10 meses, com 95% de satisfação dos pacientes tratados.

Bruxismo

O bruxismo é uma disfunção resultante da contração exagerada do Masseter, o músculo mais forte do corpo humano, e responsável pela mastigação. Essa disfunção pode ocorrer tanto na vigília (acordado) quando durante o sono, sendo mais comum no período noturno. A contração muscular, dessa forma, é involuntária e ocorre mesmo sem que possamos perceber. Acomete pessoas ansiosas e que apresenta um grau aumento de stress. Alguns só descobrem o problema ao serem informados pelo (a) companheiro (a) ou quando já existem sinais severos, como dores de cabeça freqüentes, dores no pescoço e na gengiva, nevralgias, desgastes dentários e até mesmo quebra dos dentes, culminando com a necessidade de colocação de próteses dentárias.

O tratamento convencional para bruxismo é o uso de placas estabilizadoras das arcadas dentárias para dormir. Entretanto, estas podem causar incômodo e vários efeitos colaterais que fazem com que uma boa parcela dos portadores abandonem o tratamento.

A aplicação da toxina botulínica para o tratamento do bruxismo surgiu como mais uma opção terapêutica, a meu ver a mais eficaz, juntamente com a acupuntura. Através da aplicação de 3 ou mais pontos de toxina no músculo masseter, ocorre o enfraquecimento da musculatura e a melhora sintomática se dá em cerca de 15 dias, com uma durabilidade de cerca de 10 meses.