ginecomastia-bhCIRURGIA DE MAMAS MASCULINAS – GINECOMASTIA

A ginecomastia é o aumento das mamas masculinas além do padrão normal, conferindo a elas um aspecto feminino. É uma condição bastante comum, afetando em diferentes graus, ate 50% dos homens. Pode ser uni ou bilateral. Algumas drogas e doenças contribuem para o seu desenvolvimento, mas na maior parte dos casos, ocorre sem uma causa específica. Na adolescência a ginecomastia frequentemente é motivo de grande constrangimento podendo gerar distúrbios psicológicos aos portadores. A cirurgia plástica para estes casos consiste num procedimento de retirada do excesso de glândula ou gordura presentes na região. Raramente é necessária a retirada de pele. O resultado final é de uma região peitoral mais plana e firme consistente com a anatomia normal masculina.

A cirurgia pode ser realizada em qualquer idade. É feita com anestesia local associada à sedação e tem duração média de 2 horas. O paciente pode retornar à sua residência no mesmo dia da cirurgia. Quando a ginecomastia tem um componente predominante glandular, é necessária uma incisão realizada de preferência ao redor da aréola em meia lua, inferiormente, que mede de 2 a 3 cm de extensão. Através deste corte a glândula mamaria é retirada. Quando o componente da ginecomastia é predominante gorduroso, a lipoaspiração na região resolve bem o problema, pois conta posteriormente, com uma retração de pele, altamente desejável para que se obtenha um bom resultado pós-operatório. Os pontos são retirados cerca de 7-15 dias após a realização da cirurgia de ginecomastia e o paciente deve usar, no pós-operatório, uma cinta elástica compressiva para diminuir o inchaço e a formação de hematomas. Como toda cirurgia plástica estética, os resultados proporcionados pela cirurgia de correção de ginecomastia são realmente compensadores para o paciente, desde que as expectativas a respeito da cirurgia sejam realistas.

Dúvidas Frequentes

  • Quais as drogas e condições clínicas podem levar ao surgimento da ginecomastia?

Embora certas drogas ( ex: esteróides anabolizantes, maconha, espironolactona, etc) e condições médicas ( ex: cirrose hepática, desordens hormonais ) possam contribuir para o desenvolvimento da ginecomastia, na maior parte dos casos não se observa uma causa identificável ( “ginecomastia idiopática”).

  • Quais os tipos de ginecomastia?

A ginecomastia pode ser dividida em três tipos:
– glandular ( “ginecomastia verdadeira”) : onde temos apenas crescimento anormal de tecido glandular mamário.
– gordurosa (“lipomastia”) : nesse caso há apenas acúmulo de gordura na região, sem hipertrofia glandular.
– mista: há um aumento tanto do tecido glandular, como de tecido gorduroso na região peitoral.

  • Que tipo de anestesia é utilizada?

A anestesia local associada à sedação é suficiente e a cirurgia que tem duração média de 2 horas, com o paciente podendo retornar a sua residência no mesmo dia da cirurgia.

  • Como o médico saberá que tipo de ginecomastia eu tenho e qual técnica cirúrgica utilizar?

Através de seu exame físico, o médico saberá qual o maior componente de sua ginecomastia e quais os recursos deve utilizar para que seja atingido êxito em seu tratamento.

  • Como é o pós-operatório? Precisarei usar cinta?

Os pontos são retirados cerca de 7-15 dias após a realização da cirurgia de ginecomastia, e o paciente deve usar no pós-operatório uma cinta elástica compressiva para diminuir o inchaço e a formação de hematomas.

  • Pré-operatório

Não use os MEDICAMENTOS PROIBIDOS 10 dias antes da cirurgia (impresso entregue pessoalmente durante a consulta médica). Suspenda todo e qualquer medicamento para emagrecer e diuréticos que eventualmente estiver tomando, aproximadamente 15 dias antes do ato cirúrgico. Comunique-se com seu médico antes da cirurgia em caso de gripe ou outra condição que comprometa o seu estado de saúde.

Interne-se no Hospital indicado pelo menos 30 minutos antes da hora marcada para sua cirurgia. Se  sua cirurgia estiver marcada para as 07h30min, chegue ao hospital as 07h.

O período de jejum deve ser de 8 horas. No caso de cirurgia marcada para as 07h30min, o jejum deverá ter início às 23h30min da véspera. Se a cirurgia estiver marcada para as 13h30min, o jejum deverá ter início às 06h30min do mesmo dia, sendo permitido um café da manhã normal antes das 06h30min. Nem mesmo água é permitida durante o período de jejum.

Evite bebidas alcoólicas ou refeições muito “pesadas” na véspera da cirurgia.

Tome o seu banho antes de ir para o Hospital ou para a Clínica como sabonete especificado na consulta médica. Recomenda-se fortemente usá-lo por uma semana antes da cirurgia em todo o corpo. Especificamente para o sexo feminino, não usar maquiagem, cremes corporais ou esmaltes de unha escuros no dia da cirurgia. Após a cirurgia as maquiagens são permitidas, a menos que se operem regiões da face.

Levar óculos escuros para o Hospital ou Clínica no dia da cirurgia, caso for submetida (o) a cirurgia de face.
Para o dia da alta, usar roupas que, para vesti-las, não necessitem passar pela cabeça (por exemplo, evitar as camisetas).
Levar para o Hospital ou Clínica todos os seus exames pré-operatórios. Em casos específicos, levar também as cintas, sutiãs, vestimenta adequada.

Tome os medicamentos prescritos para antes da cirurgia (caso tenha sido prescrito algum) e providencie aqueles prescritos para uso após a alta hospitalar.

Não se acanhe em ligar para o seu médico em caso de dúvidas. Não se preocupe com horários, fins de semana ou feriados. Caso não me encontre por qualquer motivo, um cirurgião de minha equipe estará sempre disponível para as informações necessárias. Sinta-se protegida (o).

Para maiores informações, ligue (31) 8493 2172 ou envie um e-mail: contato@patricialeite.com

  • Pós-operatório:

O primeiro curativo será feito no retorno ao consultório medico, geralmente um dia após a cirurgia (marcada previamente)

Após este primeiro curativo, você será devidamente orientado acerca dos curativos e banhos seguintes

Como regra geral, é importante lavar todos os dias, as regiões dos cortes, com o sabonete prescrito, com o auxilio de uma gaze, deixando a água do chuveiro cair com abundancia, após deixar a espuma agindo por cerca de 10 min. Massageie levemente com a gaze com cuidado para que os pontos não se soltem.

Após o banho, proceda com o curativo conforme lhe foi ensinado.

Use cinta cirúrgica que não deve estar mais apertado, para exercer uma boa compressão na região.

Evite dirigir por 15 dias no mínimo e exercitar-se na academia por um mês. O dia exato em que estará liberado para tais atividades ser-lhe-á informado pelo médico e dependerá de sua evolução pós-operatória e de características de sua cirurgia.

Siga corretamente a prescrição médica com atenção especial ao horário de ingestão dos antibióticos.

É importante o repouso relativo com os braços, mas não com as pernas. É altamente recomendável andar pela casa e arredores, evitando permanecer no leito, o que aumenta o risco de trombose venosa.

Fique afastada (o) dos afazeres domésticos mais pesados por pelo menos 15 dias.

Qualquer esporte com bola (vôlei, basquete, futebol, sinuca, squash, boliche, pingue-pongue, tênis etc) está proibido por 03 meses.

Ir à piscina ou à praia está permitido após 30 dias desde que se use óculos escuros, bonés ou chapéus de aba larga, da cor preta, que cubram totalmente as pálpebras e evite a exposição ao sol. O uso de protetor solar FPS 30 também está indicado.

Ir ao consultório como solicitado, para avaliação da  evolução da cirurgia. Os pontos serão retirados após 5 a 10 dias  de pós-operatório.

Retorne ao consultório médico na data marcada para dar início às medidas propostas para o seu pós-operatório.

Não se acanhe em ligar para o seu médico em caso de dúvidas. Não se preocupe com horários, fins de semana ou feriados. Caso não o encontre por qualquer motivo, um cirurgião da equipe estará sempre disponível para as informações necessárias. Sinta-se protegida (o).

Para maiores informações, ligue (31) 8493 2172 ou envie um e-mail: contato@patricialeite.com