facelifting-bhA cirurgia plástica da face (ritidoplastia) objetiva tratar as rugas faciais que surgem com o envelhecer, influenciadas pela exposição ao sol, estresse, má qualidade de vida e pelas características genéticas do envelhecimento. As estruturas da face, sob a ação contínua da lei da gravidade, sofrem uma queda com o passar do tempo, fazendo surgir os sulcos, rugas e depressões que comprometem enormemente o aspecto jovial da face bela.

Com a evolução da cirurgia plástica, descobriu-se nos últimos anos, que não apenas a pele que conseguimos ver enruga-se, mas ocorrem mudanças estruturais importantes em todas as estruturas existentes abaixo dela. Com o avançar dos anos, uma reabsorção óssea faz com que o esqueleto ósseo da face perca volume e retraia-se, fazendo ressaltar cavidades antes harmônicas. A musculatura distende-se e perde tonicidade, tornando-se flácida, longa e sem sustentabilidade. A pele perde colágeno e moléculas retentoras de água, tornando-se murcha, sem viço, enrugada. Todas essas alterações podem ocorrem desde a região da testa até a região do pescoço, em maior ou menor grau. A cirurgia é normalmente solicitada entre os 40 e 60 anos, mas é importante esclarecer que a hora de operar chega individualmente para cada pessoa, dependendo da velocidade com que tais alterações comecem a influenciar negativamente sua qualidade de vida e auto-estima.

A cirurgia visa reposicionar estruturas caídas, retirar estruturas em excesso, e mais recentemente, restaurar o volume perdido com o tempo. A ritidoplastia pode fazer com que você pareça mais jovem melhorando sua auto-estima. Apesar de ser impossível prever a duração exata dos resultados, os efeitos da cirurgia são duráveis e você continuará a ter uma aparência melhor do que se nunca tivesse sido operada. Muitos consideram que uma cirurgia bem executada propicia uma aparência rejuvenescida que corresponde à aparência de 5-10 anos atrás. Finalmente, fatores como a genética, idade, raça, doenças, nutrição e o estilo de vida contribuem para a manutenção do resultado em longo prazo.

A ritidoplastia pode melhorar os sinais mais visíveis do envelhecimento através da remoção de gordura excessiva, reposicionamento da musculatura subjacente e retirada dos excessos de pele da face e do pescoço. Uma cirurgia bem executada tem como princípio, reposicionar os tecidos na sua posição original, evitando uma aparência “esticada” e artificial. As várias técnicas existentes, repletas de detalhes individuais, são geralmente executadas através de incisões que se iniciam na região das têmporas, descem ao longo das rugas naturais em frente à orelha e continuam por trás da orelha até o couro cabeludo. Em casos de grande flacidez no pescoço, uma pequena incisão pode ser necessária logo abaixo do queixo para tratar a musculatura subjacente. A extensão das cicatrizes é bastante variável e depende do grau de flacidez presente. A tendência moderna em cirurgia plástica tem sido a redução das cicatrizes quando possível, desde que esta técnica não comprometa o resultado final. Portanto, em pacientes com sinais leves de envelhecimento, a técnica conhecida como “minilifting”, pode ser indicada. Independente da técnica empregada, as cicatrizes devem ser discretas e praticamente imperceptíveis.

Inicialmente, o cirurgião separa a pele e gordura da camada de músculos subjacentes. O tratamento desta camada muscular é realizado reposicionando os tecidos na sua posição original e removendo os excessos. A camada de gordura pode ser delicadamente refinada, principalmente no pescoço, visando realçar o contorno ósseo e os ângulos da face. Finalmente, a pele deve ser acomodada sem tensão excessiva por cima da nova arquitetura facial. No final da cirurgia, um dreno é normalmente colocado de cada lado da face, visando reduzir o risco de acúmulos de líquido durante a recuperação.

O tratamento da região da testa evoluiu significativamente nos últimos anos com o desenvolvimento de novas técnicas capazes de atenuar as rugas e elevar as sobrancelhas. Atualmente, resultados excelentes têm sido obtidos utilizando incisões reduzidas dentro do couro cabeludo.

Finalmente, a associação de procedimentos complementares como laser, dermoabrasão, aplicação de toxina botulínica e “peeling” podem oferecer refinamentos altamente satisfatórios ao resultado final.

Dúvidas Frequentes

  • Quantos anos vou rejuvenescer?

Essa pergunta é de difícil resposta, pelo caráter abstrato. Mesmo porque, pessoas de uma mesma idade podem aparentar terem idades diferentes.

O que se pode afirmar, é que todo o planejamento cirúrgico é realizado com o objetivo de diminuir aspectos que envelhecem e aumentar aspectos que rejuvenescem. Portanto, tenha certeza de que suas rugas e sulcos estarão mais suaves, suas regiões “caídas” estarão mais erguidas, e sua pele excedente estará mais “esticada”.

  • Quantos dias terei que ficar de repouso?

Recomenda-se uma semana de repouso absoluto e mais uma de repouso relativo. Os pontos são retirados após 7 a 10 dias da cirurgia, muitas vezes, progressivamente. Inchaços e áreas arroxeadas são comuns, devendo-se realizar compressas geladas para se atenuar mais rapidamente tais sintomas.

  • É preciso anestesia geral?

Utilizamos sempre que o perfil psicológico e os dados clínicos do paciente permitir, anestesia local juntamente com sedação. Em alguns casos, usamos anestesia geral. O procedimento dura cerca de 4 horas.

  • Depois de quantos anos terei que operar denovo?

Após cerca de 10 anos do primeiro procedimento. Mas é importante ter em mente que isto é algo muito individual e depende de características genéticas do paciente, de sua qualidade de vida (hábitos alimentares e equilíbrio hormonal) e do uso ou não de procedimentos estéticos que minimizam paulatinamente o envelhecimento e fazem com que a cirurgia de face “dure” mais.

  • O pós-operatório é muito doloroso?

Não. Diante da ausência de intercorrências cirúrgicas tais como hematomas ou outros, a dor após a cirurgia costuma ser facilmente controlada com analgésicos simples.

  • Pré-operatório:
  • Não use os MEDICAMENTOS PROIBIDOS 10 dias antes da cirurgia (impresso entregue pessoalmente durante a consulta médica).
  • Suspenda todo e qualquer medicamento para emagrecer e diuréticos que eventualmente estiver tomando, aproximadamente 15 dias antes do ato cirúrgico.
  • Comunique-se com seu médico antes da cirurgia em caso de gripe ou outra condição que comprometa o seu estado de saúde.
  • Interne-se no hospital indicado pelo menos 30 minutos antes da hora marcada para sua cirurgia. Se sua cirurgia estiver marcada para as 07h30min, chegue ao hospital as 07h.
  • O período de jejum deve ser de 8 horas. No caso de cirurgia marcada para as 07h30min, o jejum deverá ter início às 23h30min da véspera. Se a cirurgia estiver marcada para as 13h30min, o jejum deverá ter início às 06h30min do mesmo dia, sendo permitido um café da manhã normal antes das 06h30min. Nem mesmo água é permitida durante o período de jejum.
  • Evite bebidas alcoólicas ou refeições muito “pesadas” na véspera da cirurgia.
  • Tome o seu banho antes de ir para o hospital ou para a clínica com o sabonete especificado na consulta médica. Recomenda-se fortemente usá-lo por uma semana antes da cirurgia em todo o corpo. Especificamente para o sexo feminino, não usar maquiagem, cremes corporais ou esmaltes de unha escuros no dia da cirurgia. Após a cirurgia as maquiagens são permitidas, a menos que se operem regiões da face.
  • Levar óculos escuros para o hospital ou clínica no dia da cirurgia, caso for submetida (o) a cirurgia de face.
  • Para o dia da alta, usar roupas que, para vesti-las, não necessitem passar pela cabeça (por exemplo, evitar as camisetas).
  • Levar para o hospital ou clínica todos os seus exames pré-operatórios. Em casos específicos, levar também as cintas, sutiãs, vestimenta adequada.
  • Tome os medicamentos prescritos para antes da cirurgia (caso tenha sido prescrito algum) e providencie aqueles prescritos para uso após a alta hospitalar.
  • Não se acanhe em ligar para o seu médico em caso de dúvidas. Não se preocupe com horários, fins de semana ou feriados. Caso não o encontre por qualquer motivo, um cirurgião da equipe estará sempre disponível para as informações necessárias. Sinta-se protegida (o).
  • Pós-operatório:
  • Não durma de bruços. Prefira dormir de barriga para cima ou de lado, sem comprimir a região operada.
  • Tome seu banho de corpo inteiro no dia seguinte da alta. Lave o rosto todo e o couro cabeludo no dia seguinte à operação, tendo sempre cuidado especial com os pontos (não esfregar perto deles). Utilize o sabão receitado para tal. Seque o cabelo com secador frio no pós-operatório. Tenha sempre uma toalha de rosto separada para enxugar toda a cabeça e outra toalha comum para o resto do corpo. Escove os dentes normalmente. É possível aparecer um arroxeado (equimose) em torno das pálpebras e nas bochechas, com inchaço (edema) das mesmas.
  • Evite dirigir nos primeiros 05 dias de pós-operatório.
  • Evite mastigar alimentos mais duros como carnes, cenoura crua, biscoitos duros. É fundamental manter uma dieta mais leve, líquida e pastosa, até que os pontos internos cicatrizem (cerca de 15 dias).
  • Faça compressas geladas nos primeiros 3 dias após a cirurgia, deixando agir por 15 min a cada 1 hora. Não precisa fazê-lo pela madrugada.
  • É normal que todo o rosto e pescoço inchem no pós-operatório. Estes sintomas tendem a desaparecer a partir do quinto dia após a cirurgia. Qualquer dor e/ou volume localizado (hematoma) no rosto ou pescoço deverá ser comunicado imediatamente ao cirurgião. Um pico de febre é comum em qualquer pós-operatório. A persistência da mesma deverá ser comunicada ao cirurgião.
  • No pós-alta imediato é importante o repouso no leito ou em cadeira com encosto reclinável de modo a deixar a cabeceira elevada cerca de 30 graus em relação ao resto do corpo. No dia seguinte, este repouso é relativo, não havendo necessidade de leito ou cadeira reclinável. Tente fazer suas atividades normais dentro dos limites colocados acima. Não fique dependente. Você não está doente e pode fazer até 90% de suas atividades cotidianas.
  • Fique afastada(o) dos afazeres domésticos mais pesados por pelo menos 20 dias.
  • Qualquer esporte com bola (vôlei, basquete, futebol, sinuca, boliche, pingue-pongue, tênis, etc) está proibido por 03 meses.
  • Ir à piscina ou à praia está permitido após 30 dias desde que se use bonés ou chapéus de aba larga, da cor preta, que cubram totalmente o rosto e se evite a exposição ao sol. O uso de protetor solar FPS 30 está recomendado.
  • É permitido tingir o cabelo até 01 semana antes da cirurgia e 01 mês após a mesma.
  • Ir ao consultório como solicitado, para avaliação da  evolução da cirurgia. Os pontos serão retirados após 5 a 15 dias  de pós-operatório, progressivamente.
  • Retorne ao consultório médico na data marcada para dar início às medidas propostas para o seu pós-operatório.
  • Não se acanhe em ligar para o seu médico em caso de dúvidas. Não se preocupe com horários, fins de semana ou feriados. Caso não o encontre por qualquer motivo, um cirurgião da equipe estará sempre disponível para as informações necessárias. Sinta-se protegida (o).
  • Para maiores informações, ligue (31) 8493 2172  ou envie um e-mail: contato@patricialeite.com